quinta-feira, 12 de novembro de 2009

ma.te.má.ti.ca surpresa




5

" Pequena ..."

Beleza, então ele vem com tudo. Dai só me resta mesmo ficar de boca fechada.
Com sorriso largo no rosto diz: " vai lá, relaxa". Fecho a porta do banheiro porque hoje não to afim de engolir. Saio com a cara lavada, deito do lado dele e pergunto como sabia. Galanteante, diz que me saca de longe.
Dessa vez mostro todos os dentes e digo : sei ..."


4

"Linda, vamos só terminar com as garrafas de cerveja."

Beleza, faltam duas, uma viro eu no canteiro sem ninguém perceber e apresso o fim daquela chatice. " Mas agora ... ", ... lá vem ele de novo.
Desisto.
Com Mil e duzentas desculpas depois deita do lado ainda frio da cama do quarto dos avos, beija meu ombro e me vira de frente. Me pede em casamento.
Completamente sem saco pra aquela dinâmica, cavalgo quase muda, pela primeira vez rezando pra que ele durma logo em seguida.


3

"O mundo não é cor de rosa."

Beijei uma mulher na frente dele só pra desafiar sua testosterona. Funcionou. Beijei ele também. 4 dias depois me chamava pra sair. Meu pequeno ego flutuou pelo pilotis do leme. Ansioso me esperou do lado de fora do carro, abriu a porta pra eu entrar e botou pra tocar aquele Cd clássico "a essas musicas elas não resistem". Ar condicionado, banco de couro e perfume importado. Ta certo, puta tesão mesmo. 9 meses depois, bAm! Orla de Copacabana, velas e colchão no chão da sala. Já não sei se foi a cera, o suor, ou o canto do mar, naquele dia ele me fez acreditar em "eu também sei fazer amor."


2

"sua branquela safada ..."

No banco de trás do carro da mamusca dele, o meu vinho, o meu chocolate, a minha venda e meu vestido branco virginal.
Os cabelos negros lisos nos olhos, a barriga marcada, a respiração emocionada, as mãos fortes dele que não perdiam milímetro sequer.
Disponibilidade para ser feliz



1

"as vezes ainda lembro dos nossos dias..."

A primeira vez que ele me tocou foi dentro da sauna a vapor. Pois é, tava quente demais. Tempo demais depois foi a primeira vez que eu toquei ele. Não me pergunta aonde, não lembro. Lembro do dia que entrou tudo pela primeira vez. Encaixou, alegria mutua. Bom demais. Meses demais os pilares eram testemunha das nossas alianças, anos demais amizade eterna entre duas crianças.


matemática
ma.te.má.ti.ca
sf (gr mathematiké) Ciência que trata das medidas, propriedades e relações de quantidades e grandezas e que inclui a Aritmética, a Álgebra, a Geometria, a Trigonometria etc. M. aplicada: a que tem aplicações concretas, como na Astronomia, nos vários ramos da Física etc. M. pura: a que estuda as propriedades dos seres em abstrato. M. superior: as partes da Matemática tratadas mais cientificamente, ou mais avançadas, abrangendo tudo que vai além da Aritmética, Álgebra, Geometria e Trigonometria ordinárias; matemática de nível universitário.

4 comentários:

  1. nossa! me deu dor de cabeça! juro que to tentando entender. caralho! que foda! isso é bom. vou ter que reler e reler. isso é ótimo!!!

    e sobre o chico, desisti de cutucar os mitos. rs
    se fosse sobre jesus não teria recebido tanta pedra

    bjs

    ResponderExcluir
  2. nossa, só vc sabe como esse post me atingiu. to sem palavras. vc realmente sabe usa-las pra descrever os momentos mais indescritíveis....

    ResponderExcluir
  3. uau! que máximo! Totalmente diferente do que tenho lido. Matemática em versos, demais!
    Gostei daqui, virei mais vezes.
    Passei pra agradecer por tua entrada lá no Fluoxetina, hj tem texto meu por lá.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Estava ouvindo You and I both do Jason Mraz, como sempre, mas nunca tinha me preocupado com a tradução... até hoje. E descobri uns versos que me fizeram vir aqui e deixar registrado nesse texto:

    "Veja, eu estou acima de tudo o que disserem
    Acima de números, incontáveis enumeráveis palavras
    Centenas de páginas, páginas, páginas enviadas
    Mais palavras do que eu jamais ouvi e eu me sinto tão vivo"

    ResponderExcluir

que bom vc deixou um comentario, adorei!